Abaixo Assinado: Eritréia livre

Num país onde nao há liberdade de expressao, (o governo exerce um rígido controle sobre todas as mídias e reage com hostilidade quando recebe críticas),
não há liberdade religiosa, os cristaos sao presos em conteiners e torturados até a morte.
Centenas de pessoas morrem por dia por causa da fome e seca
e há ainda o prisioneiro de consciência (prisioneiro de consciência é qualquer pessoa detida (ou de outro modo fisicamente restringida) devido às suas crenças políticas, religiosas ou de outra natureza que sejam conscientemente defendidas, sejam elas de origem étnica, questão de sexo, cor, linguagem, origem nacional ou social, estatuto econômico, nascimento, orientação sexual ou outro estatuto que não utilize violência ou defenda a violência e o ódio Tortura e maus tratos:
Em muitos casos, os detidos sofrem com espancamentos diários e maus tratos que comprometem a saúde deles. Exemplos: pouca água para beber aliada a uma comida extremamente salgada para gerar desidratação, conforme relatou Helen Berhane em seu livro “Canção da Liberdade”. Chicotear, bater e amarrar o corpo dos prisioneiros com cordas em posições contorcidas (posição helicóptero), por longos períodos, de modo a comprometer a circulação dos prisioneiros também é uma prática diária.
Os prisioneiros são mantidos sob forte umidade, superlotação e total ausência de higiene. Parte deles é mantida em celas subterrâneas e outra parte é trancada em contêineres de metal, muitas vezes em lugares desertos sob temperaturas extremas. Os presos recebem uma alimentação inadequada e água contaminada. Não há praticamente nenhum cuidado médico disponível. Vários prisioneiros de consciência morrem sob custódia, de acordo com relatórios de organizações de Direitos Humanos.
• A cristã Hana Asgedom Hagos, presa por suas crenças religiosas durante quase quatro anos, morreu em janeiro de 2010. Segundo informações, foi espancada com uma barra de ferro por fugir das insinuações sexuais de um oficial do campo militar de Alla, e morreu de um ataque cardíaco logo depois.



http://www.eritreialivre.org.br/abaixoassinado/

Faça sua parte em apenas um click, precisamos dizer pro mundo que nao estamos felizes com o descaso e sofrimento dos nossos irmaos da Eritréia.

Comentários

Eu já fiz ome clique!
Beijo
Nina

Postagens mais visitadas deste blog

Reciclando caixotes de madeira

VINTAGE DRESSES

Coasters e Mug Rugs