terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Canticos de Salomao - capítulo 6

Você, a mais bela das mulheres, responda: para onde foi o seu amado?


Que caminho ele seguiu? Nós a ajudaremos a encontrá-lo.



O meu amor desceu ao seu jardim, aos canteiros perfumosos. Ele está alimentando as suas ovelhas no jardim e colhendo lírios.



Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu. Ele leva as suas ovelhas para pastarem entre os lírios.

 

Minha querida, você é bonita como a cidade de Jerusalém, encantadora como a cidade de Tirza e impressionante como essas duas cidades.



Desvie de mim os seus olhos, pois eles me perturbam.


Os seus cabelos ondulados são como um rebanho de cabras descendo as montanhas de Gileade.


 Os seus dentes são brancos como ovelhas com a lã cortada, que acabaram de ser lavadas. Nenhum deles está faltando, e todos são bem alinhados.


O seu rosto corado brilha atrás do véu.



Pode haver sessenta rainhas, oitenta concubinas e muitas moças;
mas eu amo somente uma, aquela que é perfeita como uma pomba. Ela é filha única e a querida da sua mãe.


Todas as mulheres olham para a minha amada e dizem que ela é feliz; rainhas e concubinas a elogiam e dizem:
“Quem é esta que parece o nascer do dia, que é bela como a lua, brilhante como o sol, impressionante como esses dois astros e luminosa como o céu cheio de estrelas?”


Eu desci ao jardim das amendoeiras para olhar as plantas novas do vale, para ver se as parreiras estavam brotando e se as romãzeiras estavam em flor.


Eu estou tremendo. Você me deixou ansioso para amar, tão ansioso como um condutor de carros de guerra para entrar na batalha.



Volte, volte, sulamita. Volte, volte; nós queremos ver você dançar.


Fonte: biblia online  Nova Traduçao na Linguagen de hj.

Nenhum comentário: